Como classificar os bens da empresa

classificaco de bens
A classificação dos bens da empresa é de extrema importância para a gestão, não importa o ramo de atuação dela.

Compartilhe esse post

A classificação dos bens da empresa é de extrema importância para a gestão, não importa o ramo de atuação dela. De fato, existem particularidades de cada organização, mas em qualquer que seja a empresa, o conhecimento dos ativos dá melhores condições para que a administração atinja o nível de excelência.
Antes de mais nada, é importante entender bem o conceito de bens patrimoniais. Eles são tudo o que a empresa possui e que pode ser convertido em valor monetário, ou seja, é o que algum dia foi comprado ou produzido e que uma hora ou outra pode ser transformado em dinheiro.
Tudo o que fica no escritório, a frota de veículos, o parque industrial, móveis, materiais de informática e até os imóveis são bens patrimoniais, são ativos da empresa. Neste artigo vamos aprender como classificá-los.
Ao passo que esse é um assunto chamou a sua atenção, o Blog da Integrade Consulting tem outros artigos que também podem ser interessantes para você. Fique à vontade para navegar mais depois de aprender a como classificar os bens da empresa.

Leia também! Ativo Circulante, qual a sua importância?

Classificação de bens da empresa por tipo de ativo

O primeiro modo de entendermos os bens da empresa é quanto ao tipo de ativo. Os bens podem ser classificados:
● Bens Patrimoniais de consumo;
● Bens Patrimoniais permanentes;

Bens Patrimoniais de consumo

Nem todo o bem da empresa vai ser usado por um longo período de tempo. Em qualquer escritório você pode notar diversos ativos que não são duráveis e que têm baixo custo (como o material de escritório, por exemplo).
Ao sair do escritório talvez você veja alguém fazendo a limpeza. Um funcionário pode estar comendo um alimento comprado pela empresa, e um outro está instalando um mouse no computador ou uma peça de reposição em uma máquina. Notou que todos eles estão usando bens patrimoniais de consumo?
Com toda a certeza em uma simples caminhada pela empresa você pode encontrar os mais diversos bens patrimoniais de consumo, aqueles que não são duráveis e têm um baixo custo.

Bens Patrimoniais permanentes

Sob o mesmo ponto de vista, existem também bens patrimoniais que serão usados no dia a dia da empresa por um período bem mais longo e que têm um custo notavelmente maior. Eles são os chamados bens patrimoniais permanentes e também são conhecidos como ativo imobilizado.
Lembra que falamos sobre o material de escritório? Se por um lado eles são considerados bens de consumo, a mesa do escritório e o próprio escritório estão enquadrados na classificação de bens de consumo permanente.
Sem dúvida a lógica é bem simples de compreender. Imóveis, veículos, móveis, equipamentos, máquinas, computadores e todo o bem de grande durabilidade, com valor superior a R$ 1.200,00, deve ser registrado como imobilizado para fins de cálculo de imposto de renda.
Do ponto de vista legal, desde 2015, quando entrou entraram em vigor a Lei 12.973/2014 e a Instrução Normativa IN 1515/2014, é obrigação da empresa implantar o controle patrimonial dos bens permanentes com registro no sistema de informações .
Assim, o controle do patrimônio não é apenas uma feramente para obter melhores resultados na gestão, mas também uma necessidade legal.

Leia também! 5 Dicas Para melhorar a gestão dos ativos

Classificação de bens da empresa por tangibilidade

Existe também uma segunda classificação, que divide os bens patrimoniais permanentes entre aqueles que são tangíveis e os que são intangíveis, de acordo com a Lei nº 11.638/2007.
Os ativos tangíveis, como o próprio nome diz, são aqueles que existem, de maneira física e palpável, e também são chamados de ativos materiais ou corpóreos.
Nesse grupo, entram o mobiliário, os veículos, o maquinário, o estoque e até os imóveis da empresa. Na área fiscal, há legislação específica para classificação e determinação desse tipo de bem, que considera o tempo de vida útil de um ativo tangível.
Já os ativos intangíveis são aqueles que não podemos tocar, mas que também são fundamentais para o bom funcionamento da empresa.
Entram nesse grupo marcas, patentes, tecnologias desenvolvidas, direitos autorais, softwares, fórmulas ou receitas, know-how e, claro, a carteira de clientes e os recursos humanos.

Leia também! Ativos Tangíveis e Intangíveis

Melhore a sua gestão

Conhecer os tipos de classificação de ativos e suas implicações legais é fundamental para qualquer gestor. Realizar o lançamento correto desses bens é garantia para o melhor controle contábil, financeiro e econômico do seu negócio.
A Integrade Consulting oferece serviços de Controle Patrimonial que elevam o nível de gestão dos clientes a partir de levantamento contábil, levantamento físico, cotejamento físico e contábil, análise das sobras físicas e contábeis, ajuste contábil, atualização do controle patrimonial e relatório de conclusão.
Se você ainda tem dúvidas sobre as vantagens e sobre como implantar o controle patrimonial perfeito para a sua empresa, entre em contato com um de nossos especialistas agora mesmo e confira como melhorar os resultados e obter inúmeras outras vantagens para o seu negócio.

Compartilhe esse post

Explore mais

Como a falta de gestão patrimonial impacta sua empresa?
Controle Patrimonial

Como a falta de gestão patrimonial impacta sua empresa?

Home Institucional Serviços Avaliação De Bens Móveis Avaliação De Bens Imóveis Consultoria Especializada Avaliação para Seguros Serviço de Controle Patrimonial Serviço de Outsourcing Patrimonial Serviço

Você deseja melhorar a performance do seu negócio?

Nos envie uma mensagem

fale com a gente
Logo_rodapé_desktop

Rua Américo Brasiliense 1490 – Sala 05
Chácara Santo Antônio – São Paulo – SP
CEP: 04715-002
Fone: (11) 5081-5001

                    Redes sociais

plugins premium WordPress

Está interessado em algum dos nossos serviços?

Entre em contato agora mesmo!

×

Hello!

Click one of our contacts below to chat on WhatsApp

× Entre em contato